Buscar
  • Jonatas Varela

Então segura que é Quadrinho Nacional! #03 - Trasistorizada - Saindo do Armário

Pode ser difícil para as pessoas que não são trans, imaginarem como é passar por tudo isso. Imagine como seria se todos lhe dissessem que o sexo que você sempre soube ser, não fosse o mesmo que eles imaginam. Como você se sentiria se acordasse um dia com um corpo associado a um gênero diferente? O que você faria se todos os outros, acreditassem que você é um homem e esperassem que você aja como homem quando na verdade você fosse uma mulher?

Luiza Lemos traz a sua vivência nesse quadrinho de uma maneira muito bem humorada e até mesmo surrealista, afinal temos unicórnios envolvidos. Há muito tempo buscava por um quadrinho que abordasse esta temática de maneira autobiográfica, pois acho de extrema importância conhecer o outro, suas vivências e dificuldades, para transitarmos em uma sociedade onde o respeito impera.


Claro que a transição de gênero é diferente para cada pessoa. As possíveis etapas de uma transição de gênero podem incluir ou não mudar de roupa, aparência, nome ou pronome usado pelas pessoas para se referir a você (como "ela", "ele" ou "eles"). A transição pode ajudar muitas pessoas trans a levar uma vida saudável e gratificante. Nenhum conjunto específico de etapas é necessário para "concluir" uma transição, é uma questão do que é certo para cada pessoa. Todas as pessoas trans têm direito à mesma dignidade e respeito, independentemente de quais medidas legais ou médicas tenham adotado.



Gosto da narrativa pois em diversos momentos a Quadrinista quebra a quarta parede e conversa diretamente com o leitor. Isso nos conecta com o discurso e nos faz parte da história e parte do mundo em que ela vive. O quadrinho também traz um pouco do trabalho que a quadrinista posta em suas redes sociais e garanto que vão te fazer refletir e gerar boas risadas. A minha favorita é a Trasistorizada Magic Show!


Além desse trabalho a autora tem uma história maravilhosa na coletânea "Rancho do Corvo Dourado", chamada "Rancho da fúria", onde temos a nossa tão conhecida Emília do Sítio do Picapau Amarelo envolvida em universo steampunk pós-apocalíptico. Valeu muito a pena dar uma conferida!

Se você não segue essa autora maravilhosa, está perdendo tempo!


Gostou, quer levar pra casa?


Você pode encontrar os dois quadrinhos citados aqui direto com a autora em seu perfil do Instagram: https://www.instagram.com/luizalemos39/


Siga @luizalemos39 no Instagram.


Até mais!